ESPANHA

🇪🇸 Sierra Nevada

Rota Eurostops por Córdoba, Granada e Sierra Nevada

Desta vez decidimos passar ‘un ratito’ até aos ‘nuestros hermanos’… (Fotos originais Eurostops)

Saimos de Vila Franca de Xira em direcção a Elvas e Badajoz, em Espanha apanhamos a N-432 até Córdoba. Paramos para o almoçar no parque de merendas ES-PE-M VILLAGARCIA DE LA TORRE (caso necessite de uma ASA, siga mais 26km  até ES-ASA-M BERLANGA – Gratuita).

  • BADAJOZ – VILLAGARCIA DE LA TORRE – 105km

Seguimos rumo até Córdoba onde ficamos na ES-ASA-M CÓRDOBA que sofreu trabalhos de requalificação (Fev 2018). O custo é de 11,95€ (24h – valores para 2018), água 2€ (adicional), despejos são gratuitos. Os espaços entre as Autocaravanas são estreitos, no entanto de salientar a abundância de sombra e proximidade do núcleo histórico (apenas 5 min. a pé)

DIA 1 – CÓRDOBA, MÁGICA E SEDUTORA

Córdoba é uma cidade para viver e para se perder. Ela é o resultado de um encontro de civilizações! A antiga capital de Al-Andalus (actual Andaluzia), conserva o esplendor de outrora. A sua gente, a sua gastronomia, a sua cor e a sua cultura cativam. É difícil deixá-la para trás!

A cidade fica a cerca de 140 km de Sevilha e a 500km de Lisboa. Provavelmente já ouviu falar dela, não apenas pelo SEAT CORDOBA mas provavelmente algo relacionado com a sua catedral-que-era-mesquita, um exemplo de misturas entre as culturas islâmica e cristã ou pelo galardão de património da humanidade.

Há séculos que Córdoba apaixona o mundo inteiro. A Mesquita, cume da arte islâmica, é a alma da cidade, por onde passam cada ano mais de um milhão de turistas. À sua volta, a Judiaria atrai igualmente todos aqueles que querem conhecer os espectacular pátios. Córdoba esconde muita história das distintas civilizações: cristã, muçulmana e judaica. E transmite muita cor e alegria através das ruas, das pessoas e da gastronomia.  É uma cidade única, mágica e sedutora.

  • Villagarcia de la Torre – Córdoba: 160km
  • BADAJOZ – CÓRDOBA – 265km

ÁREA SERVIÇO AUTOCARAVANAS CÓRDOBA (já dispõe de Autocolante Eurostops – levamos o autocaravanismo nacional mais longe!)

  • A Mesquita (Entrada 10€/Adultos)

É a alma da cidade, um exemplo único de convivência cultural e religiosa, algo que parece impossível nos dias de hoje. É o monumento mais esplendoroso da etapa muçulmana no Ocidente. Começou a ser construída em 785, quando Abderramão I nomeou Córdoba capital de Al-Andalus (Andaluzia)

  • Bairro da Judiaria

Os três pilares religiosos do mundo (judeus, cristãos e muçulmanos) conviveram pacificamente durante vários séculos na cidade de Córdoba. A Judiaria é o lugar onde viviam os judeus e hoje é um dos pontos mais turísticos.

  • Alcácer de Los Reyes Cristianos (Entrada 4,25€/Adultos)

Depois da conquista de Castela foi preciso defender a zona que antigamente era o alcácer muçulmano (pequenas vilas fortificadas). Os Reis Católicos serviram-se do alcácer para instalar o primeiro tribunal permanente da Inquisição Espanhola e como quartel-general das suas campanhas contra a Dinastia Nasrida de Granada, o último reino mouro que restava na Espanha.

  • Ponte Romana

Atravessa o rio Guadalquivir e liga as duas margens da cidade há mais de dois mil anos

  • Pátios

Já desde a época romana que as casas de Córdoba se construíam com um pátio no centro, devido ao elevado calor (no verão pode atingir os 45º graus durante vários dias!). Uma tradição mantida pelos mouros e que persiste ainda hoje em muitas casas. Para manter fresco o ambiente enchia-se o pátio central com plantas e alguns detalhes com um fontanário ou repuxos de água.  Durante os dias mais secos as portas das casas ficam abertas para se poder ver de perto as maravilhas dos pátios.

 

DIA 3 – SIERRA NEVADA, 3.482 mts! (Serra da Estrela 1998 mts)

A serra Nevada é um destino de neve muito apreciado por quem gosta de deslizar por encostas cheias de neve – há pistas abertas de Novembro a Maio e, como é o ponto mais meridional da Europa, sol não falta. Em 1986 foi declarada Reserva da Biosfera pela UNESCO e em 1999 Parque Nacional

Ficamos no estacionamento de Peñones – ES-PE-TP PEÑONES – Granada | Pn(0EUR) – , bastante alto. O estacionamento custa 10€ entre as 08h-20h e permite a permanência de Autocaravanas.

CÓRDOBA – SIERRA NEVADA (Peñones): 210km (via N-432)

DIA 4 – GRANADA (ALHAMBRA)

Pernoitamos na Sierra Nevada, aproveitamos o dia seguinte para algumas brincadeiras na neve. Ao anoitecer baixamos para ficar próximos de Alhambra. Já sabiamos que era difícil encontrar um local para a pernoitar em Granada, no entanto encontramos um espaço/estacionar particular bem próximo de Alhambra por 3€/Noite por Autocaravana – ES-PE-TP CENES LA VEGA -. Sinceramente não o local mais bonito, no entanto é vigiado e dispõe de água e não potável (grátis).

SIERRA NEVADA (Peñones) – POSTO COMBUSTÍVEL CENES: 30km

Alhambra

Uma cidade dentro da outra

O nome Alhambra, que significa “o vermelho” em árabe, provavelmente faz referência à cor dos tijolos que os mouros usaram para construir os muros externos. No entanto, alguns preferem a explicação dos historiadores árabes, de que a construção do Alhambra foi feita à “luz de tochas”. Eles dizem que essa iluminação noturna dava aos muros a cor avermelhada a que se refere o nome da construção.

O Alhambra é muito mais do que um palácio. Poderia ser descrito como uma cidade dentro da cidade de Granada. Por trás de suas extensas muralhas encontram-se jardins, pavilhões, um complexo de palácios, o Alcazaba (ou forte) e até uma pequena medina, ou cidade. O design mouro do Alhambra e os anexos posteriores resultaram numa amostra única da delicada e intricada arte árabe, junto com as linhas mais harmoniosas e mais fortes da Renascença européia.

O complexo de Alhambra começou a ser construído no século IX, quando Muhammad I da dinastia Nasrida ordenou a construção da fortaleza AlHamra. O seu neto, Muhammad III, foi quem presidiu a construção da grande mesquita de Alhambra. Depois, foi Yusuf I com a criação do Palácio de Comares e as últimas construções aconteceram no século XIV com Muhammad V. Todo o complexo foi dado aos reis católicos no ano de 1492 quando o domínio árabe da Península Ibérica chegou finalmente ao fim

Alhambra (Entrada geral 14€/Adultos)

Todo o complexo está dividido em três áreas principais que não pode perder, o Museu de Alhambra e algumas galerias de fotografia. As três áreas principais são:

  • Fortaleza de Alcazaba

Esta fortaleza é uma das construções mais antigas e pertence à área militar da Alhambra. Não pode perder as suas belas torres e jardins verdes. Um espaço perfeito para passear e se deixar transportar para a época árabe na Península Ibérica.

  • Palácios Nasridas

Os Palácios Nasridas estão divididos em três palácios. São os edifícios mais famosos e visitados em todo o complexo graças à sua importância histórica e artística. O Palácio de Mexuar é o mais antigo. Em seguida, o Palácio de Comares, que foi construído para ser a residência oficial do Sultão e onde estava a sala do trono. O último palácio a ser construído foi o Palácio dos Leões, um dos mais emblemáticos graças ao Pátio dos Leões e o Miradouro de Daraxa

Além dos três palácios, também há duas outras áreas que merecem ser visitadas: a Sala do Imperador, que pertenceu ao rei Carlos V quando estava em Granada, e o Partal, um complexo que é formado por um belo pórtico, jardins verdes e o Passeio das Torres

  • Generalife

A área da Generalife estava associada ao tempo livre dos reis e sultões. Era o lugar para relaxar e fugir da vida dentro dos palácios. Inclui o Palácio da Generalife e os Jardins Alto e Baixo

Atualmente é necessário comprar o bilhete um dia antes ou pela net:

Venda de bilhetes para La Alhambra

Sobre os bilhetes

  • Devido à grande procura e à limitação do número de visitantes por dia, recomenda-se adquiri-los antecipadamente.
  • Só poderá aceder aos Palácios Nasridas no período específico de hora indicado em cada bilhete.
  • Devido à grande afluência de público, é recomendável chegar ao monumento antecipadamente.
  • Os visitantes devem abandonar o monumento na hora assinalada para o encerramento.
  • Valores: O Alhambra abre às 8:30 e fecha às 18:00 de 15 de outubro a 14 de março e às 20:00 no resto do ano. Estas informações dizem respeito à visita diurna. Pode dividir a sua visita como desejar, mas será determinada pela hora de entrada do bilhete para visitar os Palácios Nasridas. O bilhete de entrada custa 14 € se pretender visitar tudo. O acesso para as crianças até 12 anos é gratuito. Se não desejar visitar os Palácios Nasridas, o preço é 7 €.
  • Etacionamento de Alhambra pode ir até 30€/Dia. ES-PE-TP ALHAMBRA – Granada | Pn(16-30EUR) 

Visite o portal: https://www.alhambradegranada.org/pt/info/bilhetesalhambra.asp

POSTO COMBUSTÍVEL CENES – ALHAMBRA: 8km

DADOS DA ROTA

Lisboa – Badajoz: 226km | Badajoz – Villagarcia de la Torre: 105km | Villagarcia de la Torre – Córdoba: 160km | Córdoba – Sierra Nevada: 210km | Sierra Nevada – Posto Combustível Ceres: 30km | Posto Combustível Ceres – Alhambra: 8km | Alhambra – Lisboa: 700km | TOTAL:  1440 km (conforme trajecto!)

Dicas & Sugestões

  • Reserve os seus bilhetes para a Alhambra via net!
  • O trajecto via Autovia é mais longo do que a N-423 (para este trajecto)
  • Tome nota: O estacionamento em Alhambra é caro (16-30€!)
  • A subida até à Sierra Nevada é bastante fácil mesmo para Autocaravanas sub-motorizadas

Locais de pernoita e paragem

 

Acerca do Autor...

Sugestões relacionadas

Avaliar este local

Avaliar este local

Your email address will not be published.