ESPANHA

🇪🇸 SEGÓVIA

🇪🇸 SEGÓVIA

Segóvia é uma cidade de história antiga, cuja origem remonta aos celtiberos, construida sobre um penhasco calcáreo escarpado que supera os 1.000 metros de altitude. A silhueta que recorta o límpido céu azul de Castela foi comparada, desde o século XVI, com a de um navio pétreo que parece aguardar que os dois rios que confluem a seus pés, Eresma e Clamores, inundem o vale para se precipitar a navegar em direção ao largo mar da meseta. Ainda hoje continua a ser um mistério a origem da cidade de Segóvia. Sabemos com segurança que estava habitada já no período pré-romano. Roma deixou a sua marca indelével com a construção do Aqueduto.

Repovoada em 1088, Segovia acumula séculos de brilhante História. A indústria têxtil e o comércio de lã fizeram prosperar a cidade, organizada em duas representações físicas e sociais: o recinto amuralhado, habitado pela nobreza e o clero, e los arrabaldes – nas margens dos rios Eresma e Clamores – onde se desenvolve a atividade produtiva. Durante os séculos XII a XVII, esta prosperidade traz consigo a construção de numerosas igrejas, conventos, casas fortificadas, palácios e outros elementos que compõem o conjunto monumental que hoje contemplamos. A decadência económica que se seguiu paralizou em boa medida a actividade artística mas propiciou a conservação do seu Património Monumental. Desde as últimas décadas do século XIX, a cidade restaurou o seu importante legado o hoje mostra-o orgulhosa ao visitante.

Cidade para ver devagar e a que há que voltar, Segóvia recebeu todos os reconhecimentos oficiais pela sua riqueza artística e monumental, pela transparência da sua luz, pela leveza da atmosfera que a envolve e pela frondosidade do arvoredo que a rodeia e que, ao contrastar fortemente com os ocres das pedras secas, a destaca como um oásis de verdura.

Uma Lei Real expedida num já longíquo 11 de outubro de 1884 declarava o Aqueduto Monumento Histórico Artístico, a que se juntaram com a passagem dos anos diversos monumentos de la cidade, até que finalmente em 1985, a UNESCO culminou o processo ao declarar Segóvia Cidade Património da Humanidade.

acueducto-segovia


ONDE FICAMOS COM A AUTOCARAVANA?

Enquadramento e pernoita

Lisboa – Segóvia | Com portagens via A23 ca. 640km. Sem portagens via A66 ca. 620km (recomendado)

Porto – Segóvia  | Sem portagens e mais também o mais recomendado via A4 ca. 515km

Faro – Segóvia  | Sem portagens e mais também o mais recomendado via A66 ca. 670km

PERNOITA NA ASA-ES SEGÓVIA ou PE-TP SEGÓVIA


 

VISITAR SEGÓVIA

Segóvia, Património da Humanidade Descubra o impressionante eixo principal do centro histórico de Segóvia: o Aqueduto, a Calle Real, a Casa de los Picos, a Igreja de San Martín, a Catedral, o Alcácer, etc.

AQUEDUTO – Único e magnífico, o Aqueduto de Segóvia é uma das más soberbas obras que os romanos dejaram repartidas pelo seu vasto império. Foi construido para conduzir até Segóvia a água da Serra. Símbolo heráldico da cidade, a sua construção foi atribuida ao diabo pela lenda.
As teses sobre a sua construção apontam para o século I na época dos Flávios e também na época de Nerva ou de Trajano.

CATEDRAL – O seu nome completo é Catedral de Nossa Senhora da Assunção e de São Frutos.
De estilo gótico tardio, começou a construir-se em 1525, com a colaboração desinteressada dos segovianos, sob a direção dos arquitectos de la família Gil de Hontañon, mas não foi consagrada até ao ano 1768. Substituiu a Catedral Velha situada nos atuais jardins do Alcázar e destruida durante a Guerra das Comunidades em 1520.

ALCAZAR – O seu perfil aparece como un navio imaginário sobre a confluência dos rios Eresma e Clamores, cercado pelo cenário de ocres e azuis da planície e da serra.

A JUDIARIA – Neste percurso pelas estreitas e sinuosas ruas do bairro hebreu, poderá conhecer o rico legado cultural judeu de Segóvia – a Antiga Sinagoga Maior, o Centro Didáctico da Judiaria, a Casa do Sol, etc. – que são lugares fundamentais para se entender o passado da cidade.

VALE DO RIO ERESMA – As margens do rio Eresma escondem grandes tesouros naturais e monumentais. Não hesite e entre no seu vale para conhecer San Lorenzo, San Vicente el Real, Mosteiro de El Parral, o Romeral de San Marcos, a Vera Cruz, ou o Santuário da virgem de La Fuencisla, entre muitos outros atractivos.

A NÃO PERDER!

SEMANA SANTA – Declarada de interesse turístico regional, a Semana Santa de Segóvia é especial pela beleza das suas procissões e pelo sentimento religioso que transmite. Desde a surpreendente Via Crucis nocturna da Quarta-feira Santa na horta carmelita de São João da Cruz até à grande Procissão dos Passos de Sexta-feira Santa.


RECOMENDAMOS:

Tarjeta Turística Amigos de Segovia por apenas 3€ (http://www.turismodesegovia.com/es/central-de-reservas/tarjeta-turistica-amigos-de-segovia)

PRINCIPAIS POSTOS TURISMO

Centro de Recepción de Visitantes
Azoguejo, 1
Tel. (+34) 921 466 720 / 21

www.turismodesegovia.com
info@turismodesegovia.com

Todos os dias das 10.00 às 19.00 h

Reservas on-linewww.reservasdesegovia.com
info@reservasdesegovia.com

Espacio Informativo de la Muralla “Puerta de San Andrés” Tourist Information Point La Muralla
Plaza el Socorro, 2 y 3

Tel. (+34) 921 46 12 97

muralla.turismodesegovia.com

informacion.muralla@turismodesegovia.com

– Sábados domingos e feriados das 11.00 às 14.00 e das 16.00 às 19.00 h

Punto de Información Turística Estación de AVE Segovia-Guiomar

Calle Campos de Castilla, 1

Tel. (+34) 921 447 262

informacion.ave@turismodesegovia.com

De quarta-feira a sext-feira das 9.00 às 17.00 h

Sábados, domingos e feriados das 10.30 às 18:30 h

PÁGINA TURISMO SEGÓVIA (em português)

http://visitasegovia.turismodesegovia.com

queres_saber_nao-e seg7

Acerca do Autor...

Sugestões relacionadas